Sustentabilidade na agricultura

Sustentabilidade na agricultura

A sustentabilidade na agricultura baseia-se na integração entre os fatores sociais, econômicos e ambientais, desenvolvendo um sistema de agricultura sustentável. A Sustentabilidade geralmente remete ao meio ambiente, contudo é muito mais amplo. Os princípios se baseiam em questões sociais, econômicas, políticas e ambientais/ecológicas. A completa sustentabilidade relaciona todas essas questões. Somente criando políticas que integrem a parte social, econômica e ambiental será desenvolvido um sistema de agricultura sustentável.

Buscar e criar tecnologias de produção, que aumentem a equidade e sustentabilidade, sem reduzir a produtividade. A sustentabilidade depende do meio de produção, por exemplo: o uso de dejetos é considerado sustentável, mas o uso excessivo contamina o lençol freático. A agricultura orgânica também é considerada sustentável, mas deixa de ser quando é um monocultivo orgânico.

Sustentabilidade na agricultura
e integração com a natureza

A agricultura deve se integrar com a natureza, possuir gestão da propriedade, relações biológicas (praga e predador) e utilizar os processos naturais (fixação de nitrogênio por adubação verde). já existem diversos modelos e práticas alternativas ou sustentáveis: agricultura ecológica, biodinâmica, natural, regenerativa, orgânica, agroecologia, pluriatividade, associativismo/cooperativismo.

As práticas focam na redução do uso de insumos externos, como: compostagem, adubação verde, fertilização mineral, cultivo mínimo, sistema de plantio direto, rotação de culturas, consorciação de culturas/espécies animais/policultivo, controle integrado de pragas, controle biológico e caldas naturais.

A sustentabilidade completa (social, econômica, ambiental e política) é dinâmica, ao contrário do modelo atual e estático. A conservação ambiental e melhores padrões de vida devem ser abordados em longo prazo, resultando no desenvolvimento sustentável. Todas essas práticas necessitam de trabalho, instrução, experiência, atores locais e acompanhamento. O Envolvimento de instituições (associações, sindicatos, cooperativas, instituições religiosas, pesquisadores, ativistas políticos e ambientalistas) também é necessário, mudando o foco para as necessidades familiares e usando-as como pilares para o desenvolvimento, evoluindo de um tipo de sustentabilidade para outro.

Sustentabilidade na agricultura local

Para tornar a sustentabilidade viável baseia-se na realidade da agricultura local, na capacidade e experiência dos atores e no ambiente e espaço em que vivem. No momento em que estes se considerarem como agentes da mudança, haverá desenvolvimento sustentável, pois estarão capacitados e compreendendo gestão, limites, potenciais, características fundamentais para explorar o contexto local. Deve-se entender e trabalhar a realidade dos produtores, conservando e aumentando a qualidade de vida dos agricultores, melhorando o acesso à saúde, educação, lazer, informação, meios de transporte, disponibilidade de energia, economia local e dinâmica. Em relação as tecnologias, as melhorias estão no preparo do solo, uso de adubos e corretivos, irrigação, mecanização, tratos culturais, seleção de sementes, colheitas, agregação de valor aos produtos, orientados em obter econômicos positivos que, se tornarão resultados sociais sustentáveis.

 
 

Conheça alguns de nossos parceiros e clientes

ManejeChat

Software para assistência técnica agrícola que conecta o produtor familiar à indústria
e promove a coleta de dados sociais, ambientais e econômicos de comunidades rurais.

 
 
 
 

Tecnologia que gera inteligência
para o desenvolvimento de produtores rurais familiares

Entre em contato agora mesmo para saber mais

Software para assistência técnica agrícola que efetua a estruturação das cadeias produtivas agrícolas para indústria
e promove a coleta de dados sociais, ambientais e econômicos de comunidades rurais familiares.

    Veja o nosso canal

    youtube
    laranjeira-maneje-bem

    O que é Sustentabilidade?

    Saiba mais - Link Wikipédia